Se meu bebê falasse…

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

Amamentação, será que eu consigo?

amamentação

É sabido que a amamentação é fundamental para os primeiros meses de vida dos nossos pequenos, e o leite materno é sem dúvida o melhor alimento que podemos oferecer.

Quando eu estava grávida, fantasiei esse momento diversas vezes. Pensava na amamentação como o ato de maior amor e como já havia lido um milhão de vezes, essencial para o “vínculo mãe – filho”.

Na minha cabeça, tudo seria natural, lindo, perfeito, mas infelizmente não foi assim.

A Organização Mundial da Saúde estabeleu que o ideal seria se 90% de todos os bebês que nascem fossem exclusivamente amamentados até o sexto mês.

Então parei para pensar, porque será que no Brasil, esse índice é de apenas 40%?

E eu só tenho uma resposta para isso: Infelizmente,  amamentar não é tão simples assim, requer muito empenho, dedicação e paciência, e  muitas vezes tudo isso ainda não é suficiente.

O bebê precisa aprender a mamar, a gente precisa aprender a amamentar, não acontece de forma tão natural.

No meu caso, tentei muito mas não consegui.

Foram inúmeras tentativas, pra ser sincera eram 2 tentativas de 3 em 3 horas (duas pois tenho gêmeas) por 2 meses até que o meu leite secou e então eu desisti.

Essas tentativas eram carregadas de frustrações e muito, muito choro, meu e delas.

Mas eu não desisti tão fácil assim, aqui estão algumas das coisas que fiz (e que deram certo) para conseguir ofertar o máximo de leite materno para minhas bebês:

  • Aluguei uma bomba: enquanto as minhas filhas dormiam, eu ordenhava o leite do próximo mamá;
  • Usei ocitocina para descer mais leite;
  • Tomei o Chá da Mamãe da Weleda, além de nos acalmar ele também ajuda na produção de leite materno;
  • Usei uma concha para amamentação : ajuda o formar o bico do seio e facilita a pega do bebê;
  • Tomel Plasil, pois seu efeito colateral é aumento da produção de leite;
  • Tomei Água Inglesa, que é horrível, mas dizem que também ajuda na produção de leite
  • E como simpatia, comi todo arroz doce e canjica que pude.

Enfim , fiz de tudo. Fiquei desesperada quando não consegui, me senti impotente, menos mulher, frustrada e cheguei a questionar a minha qualidade como mãe.

Toda vez que alguém me perguntava: “Por que você não amamenta?” tinha vontade de morrer, então fazia aquele sorriso amarelo e respondia “Não consegui”

A cara das pessoas era ímpar, parecia que eu não queria amamentar, ou pior, que eu estava maltratando minhas pequenas.

Com o tempo essa sentimento foi passando, e a culpa diminuindo.

Sei que não consegui, mas elas receberam meu leite sim, pelo máximo de tempo que pude ofertar e mesmo sendo pela mamadeira era meu.

Junto com o pediatra encontramos um substituto para o leite materno que as mantém bem nutridas e saudáveis.

O vínculo mãe e filhas aconteceu independente de eu conseguir “dar o peito”, pois eu respeito e amo minhas filhas, o meu colo é imbatível para elas e a minha voz as acalma.

Não estou fazendo nenhuma apologia a amamentação, muito pelo contrário sou uma defensora da amamentação, só estou dizendo, a todas aquelas que assim como eu não conseguiram, que há outras alternativas.

Nosso amor não pode ser medido pela quantidade de leite do peito que damos aos nossos bebês.

Ou será que só 40% das mães brasileiras realmente amam os seus filhos?

Por isso, se você não conseguiu, tudo bem… o que importa mesmo é tentar de verdade e fazer  tudo o que está ao seu alcance.

Hoje minha consiência está em paz, pois sei que fiz e continuo fazendo o meu melhor.

PS: Se seu bebe falasse, diria: mamãe vamos conseguir juntos… mas se você não conseguir, tudo bem, pois eu te amo mesmo assim.

14 Comentários »

Título do site

Bem-vindo à sua nova casa no WordPress.com

Must Be This Tall To Ride

I'm a single dad documenting his journey. A guy trying to walk a higher path. And messing up. A lot.

scruffian

a scruffy ruffian

Casa Nova

“Um homem sábio aprende com a experiência, um homem ainda mais sábio, aprende com a experiência dos outros” Platão - Aqui estou eu pronta para aprender e disposta a partilhar as vossas e as minhas experiências.

blogcarensales.wordpress.com/

Blog Caren Sales - Moda, Viagens, Gastronomia, Novidades, Lugares! Um cantinho onde falo do que gosto e compartilho as minhas opiniões. Voltado para o Universo Feminino e para quem mais quiser vir! O blog é nosso!

Palavras de Marceli

Palavras de Marceli

Bossa Mãe

O maior amor do mundo

Da Minha Aldeia

Um pouco do que sinto, do que vejo e ouço por aí! Quem sou eu? Alguém juntando flor por flor. A ideia desse blog é espalhar um pouquinhos dessas flores!

Papinha Gourmet

Nutrição e Receitas para bebês e crianças

Papai, tá perdido?

Pequeno manual do papai moderno

Falando FRANcamente

Um olhar cômico e emotivo sobre a maternidade e os relacionamentos.

be Onofre

Um blog dedicado à sua saúde, bem estar e beleza.

Para Beatriz - Maternidade e Feminismo.

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

Nasci Pra Ser Mãe

Um pouquinho da minha experiência com a maternidade!

Projeto de Mãe

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

"Mãerinheira" de Primeira Viagem

A sua referência sobre maternidade na blogosfera

Se meu bebê falasse...

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

Twinfamy

the epic blog of a father of twins

Doodlemum

a day in the life of my sketchbook...

The Science of Mom

The Heart and Science of Parenting

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.