Se meu bebê falasse…

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

Quando a falta de culpa te faz sentir culpada…

culpa

Já se passaram 2 semanas desde que eu voltei a trabalhar. Parece mentira, mas as coisas foram MUUUUUITO melhores do que eu imaginei.

Tinha pintado um verdadeiro monstro da separação (mãe- filhas) e sabia, ou melhor, tinha a certeza que sentiria culpa.

Em verdade, descobri que tudo o que uma mãe que trabalha precisa é de um bom time, e isso (graças a Deus) eu tenho de sobra!

Estabelecemos uma rotina que pode parecer um pouco complicada, mas que tem funcionado para nós. A Carol (babá) agora entra as 6h30 e vai embora as 18h30 sempre acompanhada pela minha sogra  ou pela minha mãe. Dos 5 dias da semana 3 as meninas ficam aqui em casa e só 2 vão para a casa da vovó Sú.

Essa rotina foi pensada e desenhada para que Luly e Lory  tenham o maior conforto possível enquanto a mamãe sai para trabalhar.

Não sei se por ter certeza que as meninas estão bem cuidadas, ou pela dinâmica corrida do meu trabalho, não estou tendo tempo de ficar lamentando a distância e tudo o que a envolve.

Na realidade, voltar a trabalhar fez muito bem para minha cabeça, fez com que eu me sentisse  útil outra vez e me deu a certeza que eu realmente sei fazer muito mais do que ser “apenas” mãe.

As vezes me sinto até um pouco aliviada de falar sobre outros assuntos que não sejam únicos e exclusivos sobre maternidade, fralda, bebê, cocô, etc…

É lógico que eu sinto um caminhão de saudades e que ligo pelo menos 3 vezes para conferir como elas estão, tenho preocupações de mãe sim… mas não sinto culpa de ter que sair para trabalhar… engraçado né?

Cheguei até e me preocupar e me atribuir uma culpa por não sentir tanta culpa assim (Não tem jeito, de uma forma ou de outra, nós mães vamos sempre arranjar um jeito sentir culpa), mas nesse pouco tempo que se passou tenho cada vez mais a certeza de que ser uma boa mãe não significa dar todos os mamás, trocar todas as fraldas e estar sempre por perto.

O que me faz uma boa mãe é pensar no bem estar das minhas filhas, fazer o melhor por elas, deixá-las com que eu realmente sei que estão seguras e felizes, deixar um papá gostoso para as refeições e quando eu chegar do trabalho dar toda a atenção que elas merecem, brincar muito e dar aqueles 4 mamás com o maior carinho do mundo!

Afinal de contas, sou mãe mas também tenho outras funções: esposa, profissional dedicada, filha, vizinha, irmã, amiga… eu sou a minha história e sou feliz assim… sendo tudo isso ao mesmo tempo.

Espero que um dia minhas filhas tenham a consciência de que tudo o que eu faço é por elas. Para que elas tenham uma vida sadia, alegre e com muitas oportunidades.

Ser uma pessoa feliz é o melhor exemplo que eu posso dar para elas e eu posso afirmar definitivamente que ter voltado a trabalhar me faz feliz!!

Se minhas bebês falassem, diriam: Mamãe a gente sente saudade. Por isso não esqueça de nos dar atenção e  sempre brincar com a gente quando voltar!

E a mamãe aqui, promete que jamais deixará de passar tempo de qualidade com vocês. Afinal, vocês são a minha vida e eu as AMO!

3 Comentários »

30 dias com elas…

Hoje oficialmente me restam 30 dias de licença maternidade. 30 dias inteirinhos de Luiza e Lorena (os grandes amores da minha vida)

Depois de quase 9 meses em casa, cheguei na reta final.

Esse foi sem dúvida nenhuma um período de muitas alegrias, muito amor, pouco descanso e muito trabalho.

Estou confinada nessa casa há muito tempo (chamo isso de “prisão baby”), e apesar de não ver a hora de voltar a trabalhar e retomar minha vida, já sinto o peso de ter que deixá-las.

Sei que elas ficarão bem, afinal, quem vem para cuidar delas é a vovó (e hoje eu sei que as únicas pessoas que podem amar nossos filhos tanto quanto nós são as avós, é amor ao quadrado!), mas fico pensando em tudo que eu vou perder, cada novidade, cada mudança…

Enfim, meu coração tá murchinho!

Eu ainda tive o privilégio de poder ficar 6 meses de licença e 1 de férias, pois sei que a maiorida das mamães tem apenas 4 meses de licença (super injusto).

O jeito é não pensar no tempo, apenas aproveitar cada dia que passa, dar muito amor, muito beijo, muito carinho, preparar a mente e o espirito e ter a certeza que fiz e sempre farei o meu melhor.

Que venham os 30 dias… mas que passem devagarinho….  esse é só um dos desejos do coração de uma mãe.

Se minhas bebês falassem:  (Prefiro nem pensar!)

Deixe um comentário »

Título do site

Bem-vindo à sua nova casa no WordPress.com

Must Be This Tall To Ride

I'm a single dad documenting his journey. A guy trying to walk a higher path. And messing up. A lot.

scruffian

a scruffy ruffian

Casa Nova

“Um homem sábio aprende com a experiência, um homem ainda mais sábio, aprende com a experiência dos outros” Platão - Aqui estou eu pronta para aprender e disposta a partilhar as vossas e as minhas experiências.

blogcarensales.wordpress.com/

Blog Caren Sales - Moda, Viagens, Gastronomia, Novidades, Lugares! Um cantinho onde falo do que gosto e compartilho as minhas opiniões. Voltado para o Universo Feminino e para quem mais quiser vir! O blog é nosso!

Palavras de Marceli

Palavras de Marceli

Bossa Mãe

O maior amor do mundo

Da Minha Aldeia

Um pouco do que sinto, do que vejo e ouço por aí! Quem sou eu? Alguém juntando flor por flor. A ideia desse blog é espalhar um pouquinhos dessas flores!

Papinha Gourmet

Nutrição e Receitas para bebês e crianças

Papai, tá perdido?

Pequeno manual do papai moderno

Falando FRANcamente

Um olhar cômico e emotivo sobre a maternidade e os relacionamentos.

be Onofre

Um blog dedicado à sua saúde, bem estar e beleza.

Para Beatriz - Maternidade e Feminismo.

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

Nasci Pra Ser Mãe

Um pouquinho da minha experiência com a maternidade!

Projeto de Mãe

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

"Mãerinheira" de Primeira Viagem

A sua referência sobre maternidade na blogosfera

Se meu bebê falasse...

Manual prático da mamãe que já enlouqueceu, mas continua na luta!

Twinfamy

the epic blog of a father of twins

Doodlemum

a day in the life of my sketchbook...

The Science of Mom

The Heart and Science of Parenting

WordPress.com

WordPress.com is the best place for your personal blog or business site.